The Great Ocean Road

31 de janeiro de 2017 por Keylla Victor
GRO11

Sabe um daqueles lugares que você não pode morrer sem ver?

Então, a GREAT OCEAN ROAD na Austrália é um deles,  na verdade não se trata de apenas um lugar e sim de uma rota, com vários lugares, com um cenário pra lá de maravilhoso, que todo mundo tem que ver pelo menos uma vez na vida.

Vale lembrar que a Great Ocean Road é uma rota cênica, apenas para você apreciar a paisagem, tirar fotos e aproveitar as cidadezinhas de interior, a não ser é claro, que você seja surfista.

Apesar de ser uma rota bastante popular entre os viajantes, não tem tanta informação disponível para quem quer chegar até lá, pelo menos não em português.

A Great Ocean Road fica no sul da Austrália, no estado de Victória.
A Great Ocean Road fica no sul da Austrália, no estado de Victória.

Portanto, aí vai um roteiro bem mastigadinho pra você…

Você tem duas maneiras de ver a Great Ocean Road, a melhor é de carro alugado, (todas as locadoras do aeroporto de Melbourne  ficam abertas até meia noite e, estão localizadas do outro lado da rua no desembarque, no piso térreo), para você conseguir ver tudinho, ir parando conforme sua vontade, passar quanto tempo quiser em cada um dos mirantes maravilhosos ao longo da rodovia. Neste caso reserve dois dias  para fazer a Great Ocean Road, é tempo mais que suficiente.

Outra forma de ver a Great Ocean Road  é Comprando um Tour a venda em vários quiosques no próprio Aeroporto de Melbourne onde ônibus saem diariamente levando os turistas, na maioria chineses, para fazer o percurso, não foi o que fizemos, mas acredito ser bem corrido… mas com certeza, é melhor do que nada.

Qualquer que seja a sua escolha o cenário será espetacular, a rota é de fácil acesso e muito bem sinalizada a partir de Melbourne.

A sinalização já começa em Melbourne
A sinalização já começa em Melbourne.

ONDE COMEÇA:

De Melboune a Torquai, onde começa The Great Ocean Road , são 105km, mais ou menos 1 hora e meia  de carro, pois as estradas na Austrália são  cheias de radares de velocidade, neste caso é melhor ir com calma, para não ter que pagar multa em dólar.

TORQUAI

Torquai é uma cidade bem pequena e onde fica a famosa Bell’s Beach, onde vários campeonatos de Surf profissionais acontecem, vale a pena dar uma parada, não são praias para banhistas, só tem mesmo os surfistas na água.

Bell's Beach - onde acontecem os maiores campeonatos de surf da Austrália.
Bell’s Beach – onde acontecem os maiores campeonatos de surf da Austrália.

ANGLESEA:

Anglesea é uma cidadezinha bem charmosa, você tem que passar dentro dela e tem a impressão que só tem uma rua, mas tem um mercadinho com uns pães bem legais, servindo um super café da manhã, aproveite para comprar água e mais alguma coisinha que precisar.

A Lara em frente a uma padadria
Anglesea, uma das cidades da Great Ocean Road.

 

LORNE:

Vale a pena parar em Lorne, a cidade mais bacaninha da Great Ocean, tem praia para banhista, piscina publica bem na praia, vários restaurantes na orla, bem de frente para o mar. Boas opções de hospedagem também. O centro de Informações para os turistas de Lorne fica bem na entrada  da cidade e eles te ajudam em tudo, são super prestativos, mesmo tratando-se de outros pontos da Great Ocean Road. Neste dia, demos a sorte de ter um coala na árvore da frente do centro de informações, foi o máximo.

Bem em frente ao centro de Informações Turisticas, olha uqem veio nos dar boas vindas.
Bem em frente ao centro de Informações Turísticas, olha quem veio nos dar boas vindas.

 

Em Lorne tem uma praia para banhistas bem no centro da cidade, patrulhada por salva vidas.
Em Lorne tem uma praia para banhistas, bem no centro da cidade, patrulhada por salva vidas.

GRO4

Cada mirante vale a parada.
Cada mirante vale a parada.

Seguindo sentido Apollo Bay, pare em todos os mirantes pelo caminho, cada um tem um cenário diferente, mas todos são lindos.

APOLLO BAY:

Resolvemos então, pernoitar em Apollo Bay, uma cidadezinha a 48km depois de Lorne, com varias opções de hospedagem, mas não tão bonitinha quanto Lorne, ficamos hospedados no  Great Ocean View Motel, simples e com preço justo.

A praia em Apollo Bay
A praia em Apollo Bay
Great ocean View Motel
Great ocean View Motel.
Great Ocean View Motel
Great Ocean View Motel.
The room at The Great Ocean View Motel
The room at The Great Ocean View Motel.

No dia seguinte seguimos viagem logo cedo, paramos em Otway, onde tem um mirante também na estrada, e aí você tem a primeira sensação das maravilhas que estão por vir.

GIBSON STEPS,

Desça todos os 89 degraus, caminhe pela praia selvagem  e vislumbre a grandeza dos paredões esculpidos pela erosão.

 

A praia após descer os 89 degraus de Gibson Steps
A praia após descer os 89 degraus de Gibson Steps.
Observe a altura dos paredões.
Observe a altura dos paredões.
As primeiras esculturas naturais.
As primeiras esculturas naturais.

GRO16 GRO 9

Uma outra forma excelente de ver os 12 Apostolos é de Helicóptero, tours estão a venda perto do estacionamento, no ponto de observação.
Uma outra forma excelente de ver os 12 Apóstolos é de Helicóptero, tours estão a venda perto do estacionamento, no ponto de observação.

DSC06915

 

GRO 8
#jumparound.

De volta ao carro, a viagem até os DOZE APÓSTOLOS dura somente alguns minutos e da plataforma de observação (você não consegue descer até a praia), conte as esculturas naturais, observe que não são mais 12  e sim 8 apóstolos, pois o tempo e a maré vem derrubando as esculturas. Mas a beleza é tanta que nem me importei com a conta errada rsrsrs.

GRO11

GRO12

 

A praia dos 12 apóstolos.
A praia dos 12 apóstolos.

 

De lá siga até Loch Ard Gorge uma praia deserta linda, também de fácil acesso pois é só seguir as placas ao longo da rodovia.

DSC06957

DSC06954

DSC06958

London Bridge –

A London Bridge é outra formação natural que, antes de desmoronar, lembrava uma ponte. A placa que está posicionada de frente  do que restou das rochas, explicando em detalhes.

Em 1990 ela desmoronou com 2 turistas, que ficaram ilhados por algumas horas antes do resgate chegar, mas por sorte ninguém se machucou.

 

London Bridge, notem que parece uma ponte.
London Bridge, notem que parece uma ponte.

 

A placa conta a história do lugar.
A placa conta a história do lugar.

PORT CAMPBELL

Não passe reto, a  cidade de Port Campbell também é bacana, pequena e aconchegante.  A formação irregular da costa dá origem a uma baía no centrinho da cidade, que forma uma praia de águas tranquilas e bem azuladas. Diversos cafés e restaurantes ficam em frente a pequena praia. Almoçamos no Waves um restaurante com uma pegada Tailandesa e com uma sobremesa dos deuses.

A praia do centro é bem agradável.
A praia do centro é bem agradável.

 

VOLTANDO PARA MELBOUNE –

Existem duas formas de voltar a Melboune uma forma é usando o mesmo caminho, apreciando a paisagem mais uma vez e procurando novos pontos que podem ter passado desapercebidos na ida, ou você pode optar por utilizar a auto estrada HWY A1, a distancia é a mesma mas pela estrada acaba sendo mais rápido, pois não tem que passar por dentro das cidadezinhas com limites de velocidade e transito.

 

O QUE NINGUÉM TE CONTA:

As pessoas contam sobre a extrema beleza do lugar, a facilidade do acesso, a qualidade das rodovias Australianas e tudo mais… mas ninguém em nenhum site em inglês ou português,  menciona as moscas durante o verão, a quantidade de moscas no local é algo fora do normal, vejam, eu moro no Brasil, não na Suíça, fui criada em um pais tropical e diga-se de passagem sem muito saneamento…mas as moscas na Great Ocean Road chegam a tirar você do sério. Não adianta espantar elas voltam em dobro. Em um momento queríamos fazer um vídeo lá em cima, para postar na pagina do Blog no Facebook, não conseguimos, pois não dava para falar sem engolir pelo menos umas 5, (eca, eca, eca).

 

 

 

Comentários

comentários