A Lara conta sobre os Tuneis de Co Chin

1 de setembro de 2016 por Lara Victor
DSCN0588

Na verdade no Vietnã, tive o meu primeiro contato real com a Guerra e o que ela significa, fora do jornal da TV. A Guerra do Vietnã aconteceu muitos anos antes de eu nascer, quer dizer, antes mesmo da minha mãe nascer e até hoje muitos de seus efeitos parecem não terem sido superados.

Vou contar pra vocês hoje sobre os TÚNEIS DE COCHIN, no Vietnã e o que aprendi por lá…

Trata-se de um complicado conjunto de túneis, que foram utilizados pelos vietnamitas durante séculos. Foi de extrema importância para o Vietnã do Norte (comunista), ganhar a guerra contra o Sul (capitalista), que tinha os Estados Unidos como aliado, e que é claro… nunca imaginaram que perderiam pro norte, que não tinha muito recurso.

Maquetes mostrando como funcionavam os tuneis durante a guerra
Maquetes mostrando como funcionavam os túneis durante a guerra.

Estendendo-se por mais de 200 km, os túneis tinham três níveis de profundidade, tinham área de estar, cozinha, enfermaria e neste complexo chegaram a viver até 10.000 pessoas. O mais incrível, foi o fato dos soldados americano, sem saber da existência deles, terem montado um acampamento militar sobre os túneis.

DSCN0564
A enfermaria.

Os soldados do Norte, tiraram o máximo de proveito disso, preparando ataques surpresas, escondendo-se do inimigo, roubando armas, comida e até sabonete sumia de dentro das tendas de soldados americanos.

Foi por acaso, que um sargento americano descobriu os túneis, é claro que com muito dinheiro e tecnologia os americanos até tentaram destrui-los,  mas não deu certo, pois não faziam a ideia de sua extensão, e também não cabiam nos túneis super estreitos.

O passeio nos túneis dura o dia todo, o lugar fica a quase 15 km da cidade mais próxima (no transito do Vietnã 15km pode demorar bastante rsrs).

ÉCA, ÉCA, ÉCA

No caminho vimos umas pessoas vendendo uns animais vivos, que ficavam presos dentro de umas gaiolas,  quando minha mãe perguntou o que era, o nosso guia disse que eram ratos, para fazer churrasco…ecccaaa! (tivemos que parar o carro para minha mãe acreditar). O meu pai quase teve um treco, pensando nas doenças causadas pelos ratos, e da época que ele fez Faculdade de Medicina. O guia disse ainda que por causa da Guerra e das dificuldades enfrentadas pela população no pós guerra, os ratos se tornaram parte da alimentação do povo. eca, eca, eca rsrs.

Ainda tive que escutar: “Viu! Você que não gosta de nada, queria ver se morasse aqui!”

Fala sério…rato NÃO!!!!!

Éca!!!!
Éca!!!!

O TOUR

É um tour guiado que começa em uma sala onde há mapas e cartas, tem também um filminho pra termos uma ideia geral da situação. Depois somos levados a uma área instalada com armadilhas e uns bonequinhos vestidos de combatentes (meu pai disse que era guerrilha ).

Meu pai e os Guerrilheiros rsrs
Meu pai e os Guerrilheiros rsrs.
Bonecos mostrando como os Vietnamitas construiam armadilhas.
Bonecos mostrando como os Vietnamitas construíam armadilhas.

Tem portas, armadilhas e a gente pode até entrar nos túneis, que são muito estreitos (minha mãe odiou e quis voltar, mas não tem volta, se entrar tem que continuar a se rastejar, e deixar a cair areia no seu cabelo rsrs).

Os tuneis eram muito estreitos para caber um soldado americano.
Os tuneis eram muito estreitos para caber um soldado americano.

DSC01812

Meu pai entrando em um dos buracos usados pelos Vietinamitas para se enconder na mata.
Meu pai entrando em um dos buracos usados pelos Vietinamitas para se enconder na mata.
Tentando sair do buraco!
Tentando sair do buraco!rsrsrs

Durante o tour, o Guia vai contando diversas histórias a respeito da guerra e das estratégias usadas pelos Vietcongs, para combater os americanos… algumas bem interessantes, como a das sandálias que eram usadas de traz para frente para despistar o inimigo (dando a impressão que estavam indo , mas na verdade estavam voltando); a criatividade e o conhecimento do lugar fizeram com que os Vietnã do Norte levasse a melhor… eles têm muito orgulho por terem sido capazes de colocar a maior “potencia mundial” para correr.

DSC01818
Os túneis eram bem estreitos, na verdade só eu que cabia direito nos buraquinhos.

Os americanos bateram em retirada e deixaram tudo para traz, armas, aviões, bombas e helicópteros, o Guia disse que tem galpões cheios de armas que não foram abertos até hoje, pois antes de saírem os americanos cercaram os locais com armadilhas explosivas.

No final me pai comprou uns cartuchos de bala pra poder atirar nos alvos a milhões de metros de distância com as armas deixadas pelos americanos.

Presta atenção na felicidade dele!!
Presta atenção na felicidade dele!!
Milhares de metros de distância.
Milhares de metros de distância.
Atirando com armas deixadas pelos Americanos após a guerra.
Atirando com armas deixadas pelos Americanos após a guerra.
DSCN0535
A quantidade de cartuchos rsrs.

Muita história foi contada, mas no final concluí que os governos brigam mas quem sofre é o povo, que eles se orgulham de ter acabado com os americanos, mas se esquecem que Vietnã do Norte ou do Sul todo mundo é Vietnamita.

Gostou? Comenta aí…

Até o mês que vem.

Beijos!!

Larinha.

 

 

Comentários

comentários