Lá na COCHINCHINA…

22 de agosto de 2016 por Keylla Victor
DSC01656

Verdade, a Cochinchina existe mesmo… e ela fica no Vietnã.

Hoje chamada de Ho Chi Minh,  a maior cidade do Vietnã, é também sua capital comercial e está se tornando rapidamente a janela do país para o mundo. Tomada por uma atmosfera cosmopolita, Ho Chi Minh é moderna, ouve música eletrônica e toma vinho francês. Ao lado de hotéis chiques existem templos antigos e construções coloniais, que lembram um passado diferente, mas vibrante.

Vietnam map
Localize-se.

Fundada para ser um posto comercial do antigo “Khmer” há mais de 300 anos, a cidade já tinha um destino grandioso.

Por volta do sec 18, ainda chamada de Saigon, tornou-se capital de província da dinastia Nguyen. Contudo na metade do sec. 19, os franceses tomaram o controle da cidade e Saigon tornou-se então capital da Cochinchina Francesa. Este foi um período de grande desenvolvimento para a cidade, quando ganhou o apelido de “Paris do Oriente”.

Grande parte das edifícações daquela época ainda encontram-se em excelente estado de conservação.
O Correio Central. Grande parte das edificações daquela época ainda encontram-se em excelente estado de conservação.
Interior do Correio Central
Interior do Correio Central.
Catedral de Notre Dame, construida no final do sec 19.
Catedral de Notre Dame, construída no final do sec 19.

Com o fim da guerra entre o Vietnã do Norte e os Estados Unidos, o vencedor Norte comunista, apode

rou-se de Saigon e rebatizou a cidade de Ho Chi Minh.

Dong Khoi, a principal região da cidade
Dong Khoi, a principal bairro da cidade.
Atravessar a rua no Vietnã é de fato um ato de coragem...
Atravessar a rua no Vietnã é de fato um ato de coragem…

 

Famílias inteiras se amontoam em uma moto, esta cena é normal.
Famílias inteiras se amontoam em uma moto, esta cena é normal.

 

Tudo é carregado pelas motos.
Tudo é carregado pelas motos.

A sensação para o turista que tem a oportunidade de visitar o Vietnã de norte a sul, como nós fizemos, é que existem dois países diferentes, o norte mais simples, mais pobre, com uma atmosfera verdadeiramente comunista, regime que ainda rege o país, e o sul mais capitalista, mais ocidentalizado.

No auge do Regime Comunista, nada disso existia e a maioria dos prédios históricos permaneceu fechado, em 1986 após o país experimentar 700% de inflação ao ano. O Partido Comunista falido, encontrou uma forma de se auto preservar e adotou então a Liberalização, uma mistura de Comunismo e Capitalismo, o que deu um novo fôlego ao país.

Nosso guia deu um exemplo que define bem a diferença entre o Norte (que sempre defendeu o regime comunista) e o Sul do Vietnã (muito mais ocidentalizado, onde as pessoas gastam no crédito e preferem receber em dólar). “No Norte as pessoas ganham 100, gastam 20 e guardam 80, no sul as pessoas ganham 100 e gastam 150.”

BAIRRO DE DONG KHOI

A região principal da cidade chama-se Dong Khoi, onde concentram-se os principais hotéis, shopping, bares, cafés e restaurantes da cidade.

A Catedral de Notre Dame, datada do final do século 19, é um dos principais pontos turísticos de Ho Chi Minh, junto com o Correio Central impressionam pela suntuosidade e excelente estado de conservação.

As ruas de Dong Khoi são limpas e muito arborizadas
As ruas de Dong Khoi são limpas e muito arborizadas.

Passeie a pé pela região, que é limpa, segura e muito arborizada, não perca de visitar também o Teatro Municipal, o elegante Hotel Continental, tomar um café no Givrla Restaurante e Café (uma padaria típica francesa muito charmosa) e fotografar o Edifício do Comitê do Povo, onde funcionava um Hotel e é hoje o edifício mais fotografado da cidade.

Edifício do Comitê do Povo.
Edifício do Comitê do Povo.

Para quem busca se hospedar em Ho Chi Minh, a região tem uma grande diversidade de hotéis.

Ficamos hospedados no The Rex Hotel , um dos pontos turísticos da cidade não só por sua arquitetura, mas por ter servido de base para jornalistas durante a Guerra do Vietnã.

O Hotel é de fato lindo, com um serviço absolutamente impecável, o Bar da Cobertura  um dos lugares mais badalados da cidade, oferece ótima vista e é muito procurado a noite, se não ficar hospedado vale a visita tanto de dia quanto de noite.

DSC01703
Apartamento do The Rex Hotel – absolutamente impecável.
Café-da-manhã no The Rex, imperdível.
Café da manhã no The Rex, imperdível.

DSC01706

DSC01747

 

DSC01795
Na Cobertura do The Rex Hotel fica um dos bares mais badalados da cidade.

DSC01761 DSC01745 DSC01743  DSC01723

A noite Dong Khoi se transforma, as pessoas vão as ruas para se encontrar, jogar bola, brincar com as crianças e ouvir música eletrônica, fomos na época de Natal por isso as ruas estavam iluminadas e muito enfeitadas para as festas de Final de Ano.

O MUSEU DOS VESTÍGIOS DE GUERRA.

O Museu dos Vestígios de Guerra é parada obrigatória para quem vista a cidade, afinal o Vietnã se orgulha até a alma por ter ganhado a Guerra contra os Estados Unidos.

O Museu fica instalado em um prédio, onde antes funcionava o Serviço de Informação Americano, é conhecido como o Museu dos Crimes de Guerra. Filmes, fotos, posters e outros itens mostrados no local relatam a guerra do ponto de vista vietnamita, é claro…

DSC01670
Foto clássica da Guerra do Vietnã, onde mostra os efeitos das bombas químicas usadas pelos EUA.
DSC01669
O apoio mundial ao Vietnã pedindo a paz.
DSC01675
A entrada do museu.

As exposições são de fato comoventes, e independente de quem ganhou ou perdeu a guerra, quem pagou o preço foi a população civil. Entre as peças em exposição, uma das mais perturbadoras são vidros cheios de formol, com fetos deformados em consequência de desfolhantes químicos usados durante a guerra.

Aqui estão também expostos em todo o perímetro externo do Museu, armamentos, tanques e aviões americanos que foram deixados no pais, após os americanos deixarem o país derrotados.

DSC01665
Onde tem arma os homens viram crianças.
DSC01661
Todo o armamento utilizado pelos Estados Unidos foram deixados para trás, e acabaram virando peça de museu.

DSC01672

DSC01663

 

DSC01658

 

DSC01656

DSC01671

DSC01676

DSC01614
O museu fica em uma propriedade enorme com muitas peças ao ar livre também.

DSC01628

DSC01618
Além de tudo o que está exposto no museu, os americanos deixaram depósitos inteiros, cheios de armamento, mas com armadilhas explosivas nas portas, para que não fossem abertos pelos vietnamitas.

PALÁCIO DA REUNIFICAÇÃO

Outro ponto turístico importante da cidade é o palácio da Reunificação.

Instalado em uma área enorme, é um prédio histórico e símbolo importante da política do país, foi sede do governo francês no século 19, mais tarde ocupado pelo presidente do Vietnã do sul, que ao perder a guerra para o norte, se rendeu e o palácio se tornou símbolo da reunificação entre norte e sul.

Palacio da Reunificação
Palácio da Reunificação.

O interior permanece quase intacto, com salas de decoração suntuosa e largos corredores.

Interior od Palácio da Reunificação
Interior do Palácio da Reunificação.

DSC01623

DSC01627

REGIÃO DE CHOLON

Ponto de negociantes chineses há mais de 3 seculos Cholon, que significa “mercado grande” é um excelente lugar para quem quer ir as compras. Também conhecido como distrito 5, seus mercados são movimentados e cheios de lojas para quem quer comprar especiarias, ervas medicinais, chapéus entre outras coisas. Cholon, também é o centro religioso e abriga diversos templos budistas, assim como a Rua 25 de Março em São Paulo rsrs,  a melhor forma de conhecer o bairro é mesmo a pé.

DSC01583

Você escolhe o tecido e tem a opção de fazer sua roupa ali, na mesma hora.
Você escolhe o tecido e tem a opção de fazer sua roupa ali, na mesma hora.

DSC01648

DSC01649

Tradicional Vestimenta das Vietnamitas
Tradicional Vestimenta das Vietnamitas.
Tradicional chapeu Vietnamita.
Tradicional chapéu Vietnamita.

O QUE COMER NO VIETNÃ.

Comer no Vietnã acaba sendo fácil, por conta da colonização francesa, que durante muitos anos tomou conta do país. Entretanto, o mais interessante é sempre se deliciar na culinária local. Afinal, muito da cultura de um povo está na sua culinária.

PHO

Pho é um prato Vietnamita mundialmente famoso, que foi inventado em Hanoi, na verdade uma sopa de macarrão-de-arroz, ela está em todo lugar, desde restaurantes chiques até nas ruas e faz parte de todas as refeições, pode ser servido com carne ou frango, incluindo todos os vegetais que estiverem ao seu alcance rsrs, é o prato nacional do Vietnã, (confesso que o calor não me dava vontade de tomar muita sopa), para experimentar pelas ruas fique atento as barraquinhas que tem maior aglomeração de vietnamitas, é lá onde você deve ir.

Pho – Um dos pratos mais famosos no Vietnã
Pho feito na hora.
Pho feito na hora.
Saboreando o Pho.
Saboreando o Pho.

INFORMAÇÕES PRÁTICAS.

Quem leva:

Não existe voo direto de São Paulo até o Vietnã, entretanto uma gama enorme de opções de voos com escalas em Paris, Dubai ou Tóquio. Nós não voamos até lá, nosso Roteiro foi feito de navio a bordo do Cellebrity Millenium, saimos então de Hong Kong com destino ao Sudeste Asiático e Hanoi foi uma das nossas paradas.

Onde Ficar

Nós ficamos hospedados no The Rex Hotel, recomendo muito, entretanto, na mesma rua tem diversos hotéis para você escolher.

Visto:

É necessário visto de entrada para o Vietnã, o processo é bem simples e feito on line, pelo link: Vietnã Visa on line, no final você imprime uma “Carta Visto” que deve ser entregue ao oficial de imigração no aeroporto, que carimbará o passaporte.

Comentários

comentários